Lavanda (ou Alfazema) Para Que Serve e Benefícios – O que você precisa saber antes de consumir essa planta

Todos os benefícios e contra indicações da lavanda você vai encontrar aqui
lavanda

Lavanda (Lavandula angustifolia)

Com o aumento do estresse e das pressões do dia a dia, somados à falta de tempo e ao alto custo dos tratamentos de saúde, cada vez mais pessoas recorrem às terapias alternativas e aos tratamentos naturais para prevenir doenças, combater a ansiedade e aliviar os mais variados sintomas.

Neste contexto, os tratamentos com plantas medicinais vêm ganhando mais espaço e têm sido estudados e reconhecidos por seus benefícios à saúde em geral.

Neste artigo você vai conhecer mais sobre a lavanda e como seu uso pode trazer mais saúde e bem-estar para a sua vida.

O que é a lavanda?

A lavanda, cujo nome científico é Lavandula angustifolia, pertence à mesma família de outras ervas bem conhecidas, como o alecrim, o orégano e o manjericão.

Suas flores roxas são extremamente aromáticas e muito apreciadas pelas abelhas, que extraem delas o néctar para a produção de mel, muito apreciado no mercado mundial como um produto de alta qualidade.

Suas flores são muito utilizadas pela indústria farmacêutica para a produção de perfumes, cosméticos e óleos essenciais. Na gastronomia, é comumente utilizada para aromatizar glacês e outros produtos de confeitaria. 

Quais são os nutrientes encontrados na lavanda?

Os nutrientes presentes na lavanda, especialmente seus óleos essenciais, trazem inúmeros benefícios à saúde. Veja aqui quais são esses nutrientes e como eles agem no nosso organismo:

  • Linalol: principal composto bioativo da lavanda, esse óleo é o responsável por proporcionar a sensação de relaxamento e bem-estar característica dos produtos feitos com essa planta
  • Cienol: outro tipo de óleo essencial presente na lavanda, proporciona ação descongestionante das vias aéreas

Como posso me beneficiar do chá de lavanda?

chá de lavanda

Devido a sua ação calmante, antifúngica e bactericida, o chá de lavanda pode ser utilizado para proporcionar diversos benefícios a quem o consome. Confira aqui alguns deles:

  • Ansiolítico: o chá de lavanda pode ser extremamente benéfico para pessoas que sofrem de ansiedade, pois suas propriedades calmantes proporcionam uma maior sensação de bem-estar
  • Melhora o sono: se você sofre de insônia, o chá de lavanda auxilia a melhorar a qualidade do seu sono, promovendo o relaxamento 
  • Alívio de dores musculares: a lavanda propicia o relaxamento muscular
  • Alívio de queimaduras solares: um banho com chá de lavanda pode refrescar a pele depois da exposição intensa ao sol
  • Digestivo: o chá de lavanda é digestivo, podendo ser tomado após a ingestão de refeições muito gordurosas
  • Descongestionante: se você apresenta problemas respiratórios pode se beneficiar do chá de lavanda, pois ele atua como descongestionante das vias respiratórias, reduzindo a formação de secreção 
  • Combate as cólicas: mulheres que sofrem com cólicas no período menstrual tendem a ter esse sintoma aliviado com o uso do chá de alecrim
  • Cicatrizante: as substâncias bactericidas presentes na lavanda auxiliam a cicatrização de aftas e feridas, reduzindo a inflamação
  • Hidratação da pele: o chá de lavanda pode ser utilizado como um hidratante natural quando aplicado no rosto, mãos e pés

Se você sofre de Ansiedade ou insônia, vai querer conhecer Chá Eleve o chá que ajuda a combater e eliminar os sintomas já nas primeiras xícaras.

Como preparar o chá de lavanda?

  • Para cada xícara de água quente (250ml), utilize 3 colheres de chá das flores desidratadas.
  • Após a água começar a ferver, adicione as folhas, reduza o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos.
  • Retire do fogo e deixe de repouso em um recipiente tampado por 10 minutos.
  • Coe, espere esfriar e beba. É recomendado que se consuma o chá de lavanda até 3 vezes ao dia, após as refeições.

Existem efeitos colaterais no consumo do chá de lavanda?

Em excesso, o chá de lavanda pode causar redução da pressão arterial e sonolência, não sendo indicado para pessoas que trabalham operando máquinas ou dirigindo. 

Contraindicações para o consumo do chá de lavanda

Mulheres grávidas ou amamentando devem consultar seu médico antes de consumir o chá de lavanda. Pessoas com distúrbios gástricos graves, como úlceras, também devem consumi-lo mediante orientação médica.

Sempre consulte um profissional de saúde habilitado antes de iniciar o uso de chás ou suplementos e procure atendimento caso apresente efeitos colaterais ou sintomas indesejados. 

Curiosidades sobre a lavanda

óleo essencial de lavanda
  • Os antigos egípcios utilizavam o óleo de lavanda durante o processo de mumificação dos mortos e queimavam suas flores como oferenda para os deuses.
  • Na Grécia e na Roma antiga, a lavanda era utilizada em banhos e massagens, pois acreditava-se que ela tinha o poder de purificar o corpo e a alma.

SOUZA, E.L.R. et al. Lavandula angustifolia Miller e sua utilização na Odontologia: uma breve revisão. Arch Health Invest 7(12) 2018.

ALVES, B. Óleo Essencial De Lavanda (Lavandula Angustifolia) No Tratamento Da Ansiedade. Monografia de TCC – Química – Bacharelado – UFSJ – 2018. 

SILVEIRA, S.M. et al. Composição química e atividade antibacteriana dos óleos essenciais de Cymbopogon winterianus (citronela), Eucalyptus paniculata (eucalipto) e Lavandula angustifolia (lavanda). Rev. Inst. Adolfo Lutz (Impr.) vol.71 no.3. São Paulo, 2012.