Os Benefícios do Chá de Hortelã vão muito além de um hálito fresco. Veja aqui

Se você pensa que hortelã só serve para dar gosto em chicletes e pastas de dente, você precisa rever seus conceitos lendo esse artigo
hortelã

Tenho certeza que o Chá de Hortelã (Mentha avensis) era uma das armas mais poderosa da sua avó (e ela sempre esteve certa).

Nesse artigo vamos falar tudo sobre mais um dos ingredientes do Chá Eleve, que junto com outras plantas e ervas como mate verde, cardamomo, abacaxi, sálvia, entre outras, está promovendo uma verdadeira revolução no tratamento da ansiedade e insônia.

Todo mundo com certeza já tomou alguma vez na vida um chazinho de hortelã, um dos remédios caseiros mais utilizados para problemas digestivos e muito consumido para esta finalidade, porém esta erva aromática tem outros benefícios e é alvo de pesquisas científicas já há algum tempo.

A hortelã pimenta que leva o nome científico de Mentha Avensis, pertence a família das Lamiaceaes, porém ela é uma entre tantas outras variedades que pertencem a espécie Menthaspp e cada variedade pode ser indicada para inúmeras implicações da saúde.

Por mais que já tenhamos ouvir falar dos benefícios de um produto fitoterápico, certamente haverá mais para descobrir e com a hortelã-pimenta não é diferente, por isso neste artigo mostraremos que esta erva é muito interessante para tratar desconfortos emocionais também, como a ansiedade e que ela pode agir como um relaxante para quem está necessitando de um alívio.

Se interessou? Continue lendo e descubra mais sobre essa erva ! 

História da menta (hortelã)

A hortelã pimenta é também chamada de hortelã do Brasil, menta japonesa, hortelã-doce, pimenta japonesa, sua origem é da China, porém o gênero da planta Mentha tem origem variada entre a Ásia, Europa e América do Norte.

A hortelã ou menta se espalhou pelo mundo e sofreu inúmeras mutações e variações, o que dificulta identificar a enormidade de espécies que se modificaram ao longo dos anos, mesmo especiaistas em ervas não conseguem catalogar todas as variações desta planta.

A hortelã já era utilizada pelos povos antigos desde os hebreus, egípcios e romanos. Aparece na Bíblia onde era aceita como uma espécie de dízimo e os árabes utilizavam a erva para aromatizar a mesa antes de servir a comida em festas e também a usavam para limpar o chão com a finalidade de estimular o apetite de seus convidados.

O óleo essencial da hortelã tem grande apelo comercial para as indústrias alimentícias e farmacêuticas e é também muito utilizado para ser comercializado em produtos de aromaterapia.

Além de a indústria alimentícia usar o óleo essencial, há também um comércio grande dos chás e da erva seca que pode ser usada como tempero.

Benefícios da hortelã para a saúde

A hortelã é uma erva que tem vários nutrientes interessantes, ela é rica nos minerais:

  • potássio,
  • fósforo,
  • cálcio e
  • ferro,
  • além de ter vitaminas A e C.

Por isso a hortelã ajuda tanto a fortalecer o sistema imunológico, pois a vitamina C age defendendo o organismo da invasão de agentes que possam causar infecções e doenças como gripes e resfriados, além de ser um potente antioxidante assim como a vitamina A, que protege nossos olhos e age para a conservação e beleza da nossa pele e cabelos.

Esta erva também protege nossa saúde gástrica, ajuda a digestão, evita enjoos, devido ao mentol, um componente que dá alívio no estômago e evita gases e acidez gástrica.

Os mais antigos também utilizavam a hortelã como vermífugo e devido ao efeito do mentol, pode-se também usar a hortelã como expectorante e antisséptico bucal.

Estudos realizados sugerem que o mentol presente na hortelã pimenta tem fatores para inibir o crescimento do câncer de próstata e também age protegendo danos no nosso DNA que podem ocorrem por efeitos de radiação e de morte das células.

Outra função da hortelã é sua ação calmante, que proporciona alívio do estresse e colabora com uma boa noite de sono, evitando a fadiga, revitalizando o organismo e combatendo sintomas da ansiedade, esta ação também está relacionada aos seus óleos essenciais.

Como utilizar a hortelã 

chá de hortelã

A hortelã é muito versátil e pode ser consumida em chás, sucos, molhos e temperos , além do óleo essencial que pode ser encontrado em lojas especializadas ou pela internet.

É possível também utilizar suas folhas em saladas que podem ser adicionadas outros tipos de folhas.

Vamos conhecer algumas Receitas:

Chá de hortelã-pimenta

Ingredientes:

1 colher de sopa de folhas de hortelã fresca ou seca
1 litro de água
Mel a gosto (opcional)       

Preparo:

Colocar os ingredientes em uma panela e levar ao fogo, ferver por 5 minutos. 

Deligar o fogo, tampar por 10 minutos, esperar ficar morno, coar e  tomar durante o dia e principalmente a noite.

Chá de hortelã e camomila 

Ingredientes:

1 colher de chá de folhas de hortelã frescas ou secas;
1/2 colher de chá de flores de camomila.
200 ml de água

Preparo:

Colocar as ervas em uma xícara e adicionar 150 ml de água fervente. 

Esperar  5  minutos, coar e tomar.

Suco de maçã com hortelã

Ingredientes:

1 maçã pequena
1 copo de água de coco
2 ramos de hortelã.

Preparo:

Leve os ingredientes ao liquidificador, bata e tome em seguida.

Suchá de limão com hortelã

Ingredientes:

Suco de 1 limão
½ xícara de chá de hortelã fresca
1 copo de água filtrada
Gelo a gosto
Açúcar ou mel para adoçar

Preparo:

Leve os ingredientes ao liquidificador, bata e tome em seguida.

Suco de hortelã , maçã, abacaxi 

Ingredientes:

1 fatia de abacaxi sem casca
¼ de maçã com casca
½ copo de água filtrada ou de coco
1 colher de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de hortelã fresca
Gelo a gosto
Açúcar ou mel (tente evitar o açúcar)

Modo de preparo:

 Leve  os ingredientes ao liquidificador, depois de bater acrescente o gelo, bata mais um pouco, adoce e tome.

Suco de laranja, mamão e hortelã

Ingredientes:

1/2 mamão papaya cortado e descascado
2 laranjas em pedaços
Suco de 1 limão
1 ramo de hortelã
200 ml de água
Açúcar ou mel para adoçar
Gelo

Modo de preparo:

 Leve tudo para o liquidificador  para bater e tome em seguida.

Suco  de melancia e hortelã

Ingredientes:

1 fatia grossa de melancia sem casca e sem sementes
10 folhas de hortelã;
Gelo a gosto.
Um pouco de água, caso precise.

Preparo

Bater tudo no liquidificadoe e tomar.

Suchá de maracujá, hortelã e capim santo

Ingredientes:

 Polpa de 2 maracujás
xícara de chá de capim santo
10 folhas de hortelã;
Acúcar ou mel para adoçar
Gelo

Preparo:

Bata os ingredientes no liquidificador, coe, coloque o gelo e beba.

Salada de rúcula com hortelã

Ingredientes

4 xícaras de rúcula
2 xícaras de tomate cereja
½ xícara de folhas frescas de hortelã pimenta
1 xícara de muçarela de búfala
1 colher se suco de limão
Sal Pimenta
¼ de xícara de azeite de oliva
1 colher de sopa de suco de limão
3 folhas de hortelã picadas

Preparo

Dispor as folhas de rúcula, hortelã, tomate e a muçarela em uma travessa.

Preparar em um recipiente o molho com azeite, limão, sal, pimenta e as folhas de hortelã picadas.

Salada de alface, tomate e hortelã

Ingredientes

1 alface americana
2 tomates
1 cenoura ralada

Molho

hortelã picada
Vinagre balsanico
Pimenta
Azeite
Mostada
Sal

Preparo

Rasgue a alface em pedaços, corte fatias de tomate e tire as sementes sementes.

Rale a cenoura e junte com o alface e o tomate em uma travessa.

Coloque os ingredientes do molho em um recipiente e misture.

Regue a salada na travessa com o olho e sirva.

Para quem a hortelã não é  indicada

Estudos preliminares que foram realizados utilizando animais, indicaram que o consumo de chá de hortelã pimenta pode inibir a absorção do ferro, por isso para pessoas que tenham anemia o consumo deve ser com muita moderação.

Para gestantes, o uso do chá não é indicado pois pode provocar contrações uterinas, mulheres que amamentam também devem evitar, assim como pessoas com obtrução de ductos biliares.

Crianças com menos de 2 anos e pessoas que possam ter alergia ao óleo essencial do hortelã não devem consumir.

Não devemos esquecer que a hortelã assim como outras ervas naturais podem causar efeitos indesejados quando o consumo é exagerado, por isso é necessário moderação. 

Óleo essencial de hortelã pimenta

óleo essencial de hortelã

Devido ao poder do aroma do mentol presente na hortelã pimenta, a aromaterapia descobriu que quando extraído seu óleo essencial proporciona sensações de alegria, vitalidade, relaxamento e bem- estar.

Não é a toa que logo esta notícia se espalhou e este é um dos óleos essenciais mais utilizados para ajudar a relaxar, combater o estresse, tirar a carga de dias pesados que nos enchem de ansiedade.

Para aproveitar estes benefícios, o óleo pode ser usado em um difusor para espalhar seu aroma pelo ambiente ou para quem não tenha alergia aos componentes do óleo, pode também colocar um pouco no punho ou nas palmas da mão, esfregar e inalar seu aroma.

Podem também ser espalhadas algumas gotas em fronhas e lençóis antes de dormir,

É válido ressaltar que o óleo essencial de hortelã pimenta, também conhecido como peppermint, tem ainda uma ação descongestionante e melhora a respiração.

O que a ciência diz sobre os óleos essenciais da hortelã para ansiedade e estresse

Estudos concluíram que os óleos essenciais presentes nesta planta podem agir suavizando síntomas no sistema nervoso relacionados ao estresse e a ansiedade, pois seu aroma tem a capacidade de estimular respostas positivas no cérebro.

Outros estudos indicaram também que estes óleos podem ter ação para aumentar a imunidade, diminuir o risco de infecções e até mesmo protegem as células além de estimularem o hipotálamo e agirem no controle de alguns hormônios. 

As ervas frescas são ricas em antioxidantes, que protegem as células de maneira geral, portanto usar a hortelã nas receitas culinárias é uma alternativa para aumentar a quantidade de antioxidantes diários que são necessários para promver uma boa saúde física e mental, pois os povos do mar mediterrâneo as utilizam e a dieta mediterrânea é considerada uma das mais saudáveis do mundo.

Conclusão

óleo essencial de hortelã pote amarelo

A hortelã é uma erva milenar que já era utilizada peloos povos antigos, fazia parte da vida dos hebreus, romanos, gregos e egípcios, suas propriedades para a saúde já eram percebidas, além da sua utilização para dar sabor a preparações culinárias.

Esta erva tem muitas variações espalhadas pelo mundo, no Brasil a hortelã pimenta é a espécie mais conhecida e mais consumida tanto na sua forma fresca ou seca, principalmente para chás, pois uma de suas propriedades mais famosas é o alívio da má digestão, enjôos e gases, porém a erva tem outros inúmeros benefícios.

Outros benefícios atribuídos a hortelã são suas qualidades como antibacteriano, antiespasmótico, vermífugo, aumentar a imunidade, melhorar gripes e resfriados, além de prevenir o crescimento de tumores de próstata, também proteger o DNA de danos, agir como relaxante ajudando a aliviar a ansiedade, estresse e insônia, grande parte desses benefícios estão relacionados a um de seus óleos essenciais presentes nas suas folhas e flores, o mentol e das vitaminas A e C que são potentes antioxidantes.

Devido ao sabor refrescante e aroma agradável da hortelã, a indústria alimentícia tem grande interesse comercial nesta erva, assim como a indústria farmacêutica que a utiliza em enxaguantes bucais e outros produtos, mas há também um grande interesse de indústrias que produzem produtos para aromaterapia, já que seus óleos essenciais são reconhecidos como terapêuticos para problemas respiratórios e também como relaxantes.

O óleo essencial de hortelã pimenta ganhou fama principalmente por aliviar problemas relacionados a ansiedade e ao estresse.

Apesar de muitos benefícios, as preparações culinárias e o chá de hortelã, não é indicado para todos, pois gestantes podem ter contrações uterinas e pessoas com anemia devem evitar porque a hortelã prejudica a absorção do ferro, assim como crianças menores de 2 anos também não devem consumir.

Em relação ao uso da hortelã para alívio da ansiedade, é válido ressaltar que para ter eficácia qualquer tratamento natural tem que vir acompanhado também de algumas mudanças de hábitos, assim como é preciso entender que mesmo produtos fitoterápicos devem ser utilizados com parcimônia, pois a diferença entre o remédio e o veneno pode estar apenas na dose.

Elimine a Ansiedade: Chá Eleve possui todos os nutrientes para fazer seu organismo combater a ansiedade de dentro para fora. Veja veja como.

Bibliografia

Bortoluzzi et al. Efeito fitoterápico de plantas medicinais sobre a ansiedade: uma breve revisão Research, Society and Development, v. 9, n.1, e02911504, 2020.

RODRIGUES, Cleide. Estudo da actividade antibacteriana de diversos óleos essenciais. Beira Interior, 2009/2010. 

CAMARGO, Isabela. Eficácia da aromaterapia na redução de estresse em estudantes universitários. Tubarão, 2019.