Descubra os Benefícios da Cúrcuma para sua saúde

Tudo o que você precisa saber sobre essa nutritiva e deliciosa especiaria
cúrcuma

Cúrcuma (Curcuma Longa L.)

A cúrcuma é uma iguaria muito conhecida e utilizada na culinária de muitos países, devido a sua cor amarela alaranjada, seu extrato é bastante utilizado na indústria alimentícia como um corante natural, principalmente em alguns países da América do Norte onde os corantes sintéticos foram proibidos.

Esse ingrediente faz parte da fórmula de Levimune, que além de ajudara emagrecer, ainda oferece inúmeros benefícios para a imunidade.

Além de servir para dar cor aos alimentos, a cúrcuma tem muitas propriedades, fazendo com que ela tenha uso medicinal, pois a cúrcuma é rica em muitos nutrientes e antioxidantes que ajudam na prevenção de algumas doenças.

A cúrcuma tem tantas propriedades que virou alvo de pesquisas científicas para comprovar a sua eficácia em determinados problemas de saúde e há também interesse por essa planta para taliviar estados de ansiedade, portanto como podemos perceber, consumir a cúrcuma é uma opção de melhorar nossa saúde física e mental.

Existem pessoas que confundem a cúrcuma com o açafrão verdadeiro, que tem também a mesma cor e odor bem parecido, mas não é a mesma coisa.

Neste artigo iremos mostrar os benefícios da cúrcuma, suas propriedades medicinais  para vários problemas de saúde, porque ela tem sido estudada também para cuidar da ansiedade e a diferença entre a cúrcuma e o açafrão… Por isso continue lendo…

História da cúrcuma

Você sabia que a cúrcuma é da mesma famíla do gengibre? Pois é…

Esta planta na verdade é uma espécie de raiz, assim como o gengibre,  e vem da família Zingiberaceae,  conhecida  com o nome científico de Curcuma longa L, ela foi primeiramente cultivada na Índia e no sudeste da Ásia e de lá se espalhou pelo resto do mundo, ela também é chamada de açafrão da terra, açafrão da índia, gengibre dourado, tuméric é como ela é denominada no mercado internacional.

A característica da planta é um caule com folhas que são perenes, ou seja não caem, essas folhas são grandes e com um agradável aroma, são suas raízes e rizomas( caule subterrâneo) as partes aproveitadas.

A indústria comercializa a parte do rizoma depois de seco e moído, virando o pó que encontramos como tempero, porém este rizoma pode também ser consumido na sua forma fresca.

Atualmente é possível encontrar a cúrcuma em cápsulas, onde é aproveitado seu extrato concentrado.

Propriedades medicinais da cúrcuma

Muitas das plantas medicinais que conhecemos vem da medicina tradicional chinesa e com a cúrcuma não é diferente, pois os países asiáticos a utilizavam e utilizam até hoje para tratar de problemas do fígado e do estômago.

No entanto suas propriedades não param por aí, a cúrcuma tem a curcumina que é o pigmento desta raiz e de outras especiarias como o curry e é este pigmento que tem as propriedades medicinais dos antioxidantes capazes de proteger as células e ajudar a melhorar a saúde, melhorar os sistema imune e ter ação contra inflamações.

Por esta razão, a cúrcuma pode ajudar a prevenir doenças que atacam o sistema imune como o câncer por exemplo e age como um antiinflamatório porque inibe a ação de partículas inflamatórias

A ação antinflamatória da cúrcuma defende principalmente o sistema respiratório do ataque de vírus.

A cúrcuma tem sido muito apontada como uma aliada para melhorar o sistema imune e por esta razão pacientes que estão em processo de quimioterapia são aconselhados a consumi-la.

Ela ajuda a combater doenças como o mal de Azheimer, pois ela tem ação benéfica no sistema nervoso central, pode evitar convulsões e também pode ajudar a acombater a depressão e a ansiedade.

Como usar a cúrcuma

chá de cúrcuma

Não é difícil incluir a cúrcuma para ser consumida, pois ela pode ser adicionada em temperos de carne, frango, legumes, arroz, molho de salada, etc.

Além dessa utilização, é possível ainda fazer uma infusão com o pó:

Ingredientes:

1 colher de café de pó de cúrcuma 

150 ml de água fervente 

Preparo: adicionar o pó na água fervente, e deixar  descansar por no máximo 15 minutos, esperar ficar morno e tomar até 3 vezes ao dia.

Outras receitas 

Chá cremoso de cúrcuma

Ingredientes

2 xícaras de chá de água

3 colheres de chá do pó de cúrcuma

2 colheres de leite de coco

1 colher de gengibre ralado

1 colher (chá) de mel

1 colher de canela em pó ou em lascas

1/2 colher de essência de baunilha

Preparo

Coloque para ferver a água e adicione a cúrcuma e o gengibre e deixe ferver por 3 minutos minutos. Em outra panela coloque para aquecer  aqueça o leite de coco, mel, canela, baunilha .

Jun essa mistura ao chá de cúrcuma e beba. 

Suco de cúrcuma com gengibre e laranja

2 xícaras de de laranja picada sem casca e sem as sementes
2 xícaras de cenoura sem casca picada
1 colher  cúrcuma
1 colher de chá de gengibre
100 ml de água gelada

Preparo

Bater mo liquidificador e tomar

Suco de abacaxi com cúrcuma

2 xícaras de chá de abacaxi em pedaços

1 xícara e meia de chá de água gelada

4 colheres de sopa de leite de coco

Açúcar a gosto

1 colher de chá de cúrcuma

Preparo 

Bater tudo no liquidificador e toar

Smoothie de cúrcuma             

1 colher de sopa de leite de coco

½ banana

1 colher de chá de cúrcuma

½ colher de chá de canela em pó

Preparo

Bata tudo no liquidificador e beba em seguida.

Suco de cúrcuma e limão

2xícaras de água de coco

1/2 xícara de de gengibre fresco em pedaços

1 limão, cortado em quatro partes e espremido

2 colheres de chá de mel

1 colher de sopa de cúrcuma

1/4 colher de chá de cardamomo

Preparo

Adicione todo os ingredientes em um frasco de vidro com tampa, agite bem e leve à geladeira, tome depois de bem gelado.

Suco de maracujá com cúrcuma e hortelã

Polpa de 1 maracujá grande

1 copo de água de coco

Folhas de hortelã

1 colher de chá de cúrcuma

Gelo

Preparo

Bata tudo no liquidificador, coe e beba.

Suco de limão com cúrcuma

Ingredientes

4 xícaras de água filtrada gelada

2 colheres de sopa de curcuma 

4 colheres de sopa de mel ou açúcar mascavo

suco de 1 limão

Preparo

Bata no liquidific ador e tome em seguida.

Molho para salada com iogurte e cúrcuma

Ingredientes 

1 pote de iogurte desnatado natural
2 colheres de chá de mel
2 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de café de alho amassado
1 colher de sopa de coentro fresco picado
1 colher de chá de cúrcuma
Sal
Pimenta do reino

Preparo

Coloque os ingredientes em um recipiente e misture tudo, conserve na geladeira até a hora de servir.

Contraindicações da cúrcuma

Os efeitos indesejados do consumo da cúrcuma estão relacionados com a toxicidade devido o excesso podendo causar desconforfos estmacais como enjôos, mas ela não deve ter uso prolongado por pessoas que tenham úlcera gástrica.

Nos casos de quem tenha alergia a curcumina ou sensibilidade a este princípio ativo e para quem tem problemas hemorrágicos, ductos biliares obstruídos ou façam uso de medicamentos para coagulação sanguínea não devem consumir a curcúcuma e nenhuma outra especiária que tenha o  mesmo pigmento.

Mulheres grávidas não devem consumir porque a cúrcuma pode causar contrações uterinas e conduzir a um aborto, assim como mulheres que amamentam e crianças não devem consumir.

É válido salientar que devemos sempre prezar pela moderação mesmo com produtos naturais, o excesso de qualquer alimento pode ser prejudicial para a saúde.

Diferenças entre cúrcuma e açafrão verdadeiro

Muitas pessoas confundem a cúrcuma com o açafrão verdadeiro, mesmo porque nós chamamos a cúrcuma também de açafrão da terra, mas como já foi citado, a cúrcuma é proveniente de uma parte da planta chamada rizoma e da raiz, já o açafrão verdadeiro vem de uma parte das flores da planta, o estigma que é onde se encontra o pólen.

A cúrcuma tem maior consumo em países asiáticos e do oriente médio, já o açafrão verdadeiro é mais consumido em países do mediterrâneo, como a Espanha, onde um dos seus pratos mais tradicionais, a paella, leva esta especiaria.

O açafrão verdadeiro é uma especiaria rara, porque as flores têem somente três estigmas  e é preciso uma grande quantidade de flores para se obter um quilo de açafrão e por este motivo, é uma especiaria com um preço bastante alto.

O açafrão verdadeiro também tem vários benefícios para a saúde porque também tem curcumina.

O que diz a ciência sobre a cúrcuma

benefícios da Cúrcuma

Há um grande interesse em comprovar a eficácia da curcumina, o pigmento presente na cúrcuma a fim de favorecer tratamentos e também prevenir doenças, pois seria uma solução acessível e natural principalmente como forma de prevenção a males causados devido a danos nas células e ataques de vírus no nosso sistema imune.

Um dos estudos realizados comprovou sua ação no combate a inflamções provocadas por vírus que atacam o sistema respiratório.

Outros estudos demonstraram também evidências de que a curcumina pode evitar o aparecimento de diabetes tipo II, inibe a agregação plaquetária e a replicação do vírus HIV(AIDS), além de melhorar o processo de cicatrização.

Há evidências ainda de que a curcumina é capaz de ajudar a diminuir o tamanho de alguns tumores  e prevenir alguns tipos de câncer como de mama, colorretal, renal e de pele.

Existem também indicações de que a curcumina age como um analgésico e tem comparação com a 

ação do paracetamol, porém sem ter o risco de causar problemas no trato gastrointestinal.

 Os estudos científicos comprovaram  indicações de que a cúrcuma possa auxiliar a tratar artrite, a síndrome metabólica, a ansiedade e a depressão.

Cúrcuma para ansiedade e depressão

Três estudos com a cúrcuma tiveram resultados que mostraram bastante relevância de seu uso para a ansiedade, um destes estudos  foi realizado na Austrália com 123 pessoas que tinham diagnóstico de transtorno depressivo e foram separadas em quatro grupos, nos quais, três grupos receberam durante 12 semanas pó de cúrcuma todos os dias e o outro recebeu placebo.

Comparando com o grupo que recebeu placebo, os grupos que receberam a cúrcuma demonstrou mehoras, indicando que a curcumina era eficaz principalmente nos casos de depressão atípica( tipo de depressão que tem vários sintomas específicos).

É importante ressaltar que a curcumina respondeu aos pacientes mesmo em doses mais baixas e a melhora foi comparada com o uso da fluoxetina(Prozac).

Conclusão

A cúrcuma é uma especiaria muito consumida, principalmente em países da Ásia e oriente médio, os povos asiáticos já usavam esta especiaria há séculos não apenas como tempero, mas para tratar e prevenir problemas de saúde, portanto a medicina natural chinesa já havia descoberto as várias propriedades medicinais desta planta.

Por ser um corante natural, a cúrcuma tem muito valor comercial para a indústria alimentícia que a usa no lugar dos corantes sintéticos, principalmente em países da América do Norte onde estes tipos de corantes foram proibidos.

Os benefícios da cúrcuma estão relacionados com o seu pigmento que é a curcumina presente na parte da planta denominada rizoma que é o caule que fica enterrado e é deste rizoma que é extraído o pó que utilizamos em preparações culnárias.

A curcumina tem um grande poder antioxidante e por isso segundo vários estudos, pode trazer benefícios para evitar processos inflamatórios, principalmente no trato respiratório, como também tem ação cardioprotetora, vasodilatadora, além de fortalecer o sistema imune e proteger contra alguns tipos de tumores e doenças neurodegenerativas como o mal de Alzheimer e de Parkinson.

Estudos realizados comprovaram também a eficácia da cúrcuma em estados de ansiedade e depressivos. Pode-se observar uma melhora em grupos de pessoas que sofriam de depressão e tiveram a administração da cúrcuma.

As melhoras ocorreram independentemente da dose aplicada, levando os cientistas a conclusão de que a curcumina tem o mesmo efeito que a fluoxetina(Prozac), podendo ser esta uma alternativa para melhorar estados depressivos, principalmente nos casos de depressão atípica ( tipo de depressão com vários sintomas específicos).

Bibliografia

TONNESEN, H.H.; MASSON, M.; LOFTSSON, T. Studies of curcumin and curcuminoids. XXVII. Cyclodextrin complexation: Solubility, chemical and photochemical stability. Int J Pharm; 244: 127-135, 2002 

SURESH, D.; SRINIVASAN, K. Studies on the in vitro absorption of spice principles – Curcumin, capsaicin and piperine in rat intestines. Food Chem Toxicol; 45 (8): 1437-42, 2007. 

BARROS, AZEVEDO, M.B., et al. Depression and health behaviors in Brazilian adults – PNS 2013.Revista Saúde Pública,  São Paulo ,  v. 51, supl. 1,  8s,    2017.